Tirante Definitivo e Provisório

Gostou? compartilhe!

Tirante Definitivo e Provisório
Clique na imagem para ampliar.

Tirante é um elemento composto por um ou mais elementos resistentes à tração, que suportam todas as cargas de empuxo do solo e das sobrecargas a serem contidas, descarregadas nele pela estrutura(muro de concreto, perfil metálico, pranchas, etc).

O tirante é introduzido no maciço através de perfuração(solo e/ou rocha), logo após é feita a injeção da bainha e imediatamente instalada armação. Posteriormente é feita a injeção do trecho ancorado, onde se forma o bulbo de ancoragem. Após alguns dias da ultima injeção do bulbo é feito o ensaio dos tirantes e incorporação do mesmo a estrutura.

Tirante é composto basicamente de cabeça, trecho livre e trecho ancorado, e podem ser divididos em provisório e definitivo.

Tirante provisório - são aqueles de utilização temporária(normalmente inferior a 2 anos), que são usados provisoriamente durante a execução de uma obra e posteriormente são desativados.

Tirante definitivo – são aqueles de utilização permanente, com prazo superior a 2 anos e que se incorporam a uma estrutura definitiva.

As diferenças fundamentais entre tirante definitivo e provisório está no coeficiente de segurança, na proteção anticorrosiva do corpo e da cabeça do tirante e nos testes de protensão, conforme preconiza a norma brasileira NBR 5629.

As aplicações mais comuns, tanto dos tirantes permanentes quanto dos provisórios, são para sustentação de paredes de escavações profundas, contenção de taludes e ancoragem de lajes para combater subpressão de água.

Conheça também Cortina Atirantada